istanbul escort atakoy escort beylikduzu escort
Sistema Familiar é tema do 2º Encontro Holístico

Integrando as Ordens do Amor: a importância de conhecer o Sistema Familiar

WhatsApp_Image_2018-06-06_at_16.49.21

A Celer Faculdades realiza nos dias 18, 19 e 20 de junho o 2º Encontro Holístico. O evento tem o objetivo de promover a formação integral dos indivíduos e de temas que relacionem as energias mentais e seus impactos em nosso cotidiano. Na quarta-feira, 20, a programação contempla a palestra “Integrando as Ordens do Amor: a importância de conhecer o Sistema Familiar, que será ministrada pelo Constelador Familiar Rafael do Nascimento e pela Psicóloga e Master Coach Juliana do Nascimento.

Cada vez mais as pessoas estão buscando as terapias holísticas para a resolução conflitos. Segundo Rafael do Nascimento, o mundo adoeceu por inúmeros fatores. “As informações estão cada vez mais rápidas, as mídias sociais provocam desconfortos e vendem apenas a felicidade e a estrutura familiar, principalmente, está balançada”, explica.

O Sistema Familiar influencia diretamente na nossa vida e é fundamental entender cada função para nos apoiar na resolução de conflitos. “Entender o Sistema Familiar nos ajuda a encontrar o nosso lugar na vida, e quando estamos no nosso lugar, estamos muito mais tranquilos”, explica.

A Constelação Familiar, segundo Rafael, é uma ferramenta que faz o indivíduo observar o seu Sistema através de uma técnica chamada representação familiar onde a pessoa consegue visualizar como o seu sistema está agindo. “Através de outras pessoas que são convidadas para fazer parte da técnica, quando representamos o pai e a mãe já conseguimos verificar como está fluindo o seu sistema familiar”, considera.

A Constelação Familiar trabalha através da fenomenologia que faz com que as pessoas sintam emoções sem ao menos conhecer a história daquele em que está representando e isso se dá a partir do campo sistêmico.

Um novo olhar

Proporcionar momentos de discussão sobre as terapias Holísticas é ter um olhar mais amplo. Segundo Rafael, quando a Faculdade abre espaço para discussões como esta, ela está dando um passo a mais no olhar individual e especialmente, pensando no futuro. “A Celer, abrindo este espaço, começa a olhar para a pessoa, para o indivíduo e eu fico feliz pois podemos proporcionar aos acadêmicos e a todas as pessoas, a ter este olhar amplo, de olhar para o outro e saber que não estamos separados”, enfatiza.

 
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner